Qual o problema com esta geração?
 
Hoje não vim aqui postar curiosidades, noticias, algo para te entreter, nada disso … Hoje eu queria conversar com vocês e expor um assunto que particularmente nunca tinha visto alguém argumentar antes. Eu venho de uma família simples no interior de São Paulo (ainda moro no interior), de uma cidade com quase 1 milhão de habitantes! O clima aqui é padrão, se ta quente está quente, se ta frio, está frio, não tem meio termo. É como São Paulo (Um amigo dizia que aqui é conhecida como o Quintal de São Paulo) enfim, a cidade é boa, tem tudo perto, e ainda tem umas belezas naturais bem exuberantes! Como eu nasci aqui,  minhas experiências quando criança foram ótimas, nunca me faltou nada, nunca me faltou o alimento, e quase sempre tinha os mimos que meus pais me faziam (Kinder Ovo era um deles). 

Confesso que já reclamei a respeito da minha condição financeira, mesmo não faltando nada, também já reclamei dos meus brinquedos, e já reclamei de mim mesmo, por não ter nascido de outro jeito. Porem nunca essas reclamações me tiravam o sorriso do rosto ao saber que na sexta feira eu poderia dormir mais tarde, que na páscoa, no natal ou ano novo, eu iria ganhar presentes e mimos, que eu teria a casa da minha avó para visitar nas férias, enfim, eu conseguia levar a vida sendo feliz, não dando vazão para os problemas, por mais que haviam as reclamações da minha parte.
 
Meus pais sempre me ajudaram a conquistar o que eu queria, a ter um vídeo game, a comprar jogos pra esse vídeo game, a me matricular em uma escolinha de futebol mesmo não sabendo jogar bola, a alugar bons filmes na locadora perto de casa, a ter o prazer de conhecer a internet em uma Lan-house, tudo isso eu poderia fazer com a concepção deles.  

nova geração o mister playRepare, que não é nada fora do normal, nada que ultrapasse os limites do bom senso e os limites do cartão de crédito, são coisas simples e banais para muitos, que não tiveram o prazer de ter estes valores para si, e eu sei que muitos de vocês que estão lendo isto e que nasceu no século passado, anos 90, também passou por isso, por ser feliz com o que te fazia feliz, mesmo sabendo que poderia ser melhor, você gostava daquilo que tinha, daquilo que seus pais com muito esforço lhe deu.
 
Mas o que me deixa incomodado é ver esta geração se transformando no oposto do que éramos, mesmo não sendo uma geração distante da nossa, é praticamente os nossos sucessores. Mas porque houve essa mudança tão drástica na nova geração? O que mais vemos são crianças que não respeitam o próximo e nem a si mesmo e se pudessem reagiriam de forma violenta com aqueles que lhe negaram algo, podendo ser até os próprios pais .
 
Salva-se uma leve porcentagem da criançada que tem o seu valor como nós tínhamos, e salva-se também alguns por cento das crianças da nossa geração que não tinham o mesmo valor que nós. Coisas simples fazem um ser feliz, basta aproveitá-las! Eu cresci na rua, com a garotada, aprendendo a sobreviver sozinho, tendo experiências que nem meus pais souberam que tive. Lembro que se tinha briga na rua, era resolvida ali mesmo e minutos depois estava tudo bem, se tinha “golzinho” na rua, eram pra todos jogar, e o carinha que não sabia jogar entrava como “café com leite” no time mais fraco, Aos sábados era dia do video game na casa do amigo, e quase todo mundo ia la so pra jogar, enfim.
 
Poxa, coisas assim até me emociona pois eu posso dizer que tive uma boa infância, que tive excelentes pais que mesmo não tendo condições absurdas, me deram a felicidade de viver. Gostaria muito que esta nova geração que esta começando a viver, não pense que a vida se baseia em Gadgets, Smartphone, consoles de última geração e etc., pois eu gostaria muito que eles tivessem a mesma experiência que eu tive quando criança, que dêem a si mesmo e também aos seus pais, o devido valor.
 
Tudo que eu sou hoje, o meu caráter, meus valores, meus princípios, se formaram através da criação que eu tive, através da educação que meus pais me deram, através de tudo que passei e presenciei. Hoje posso dizer que meu passado, por mais curto que seja e limitado que foi, me transformou em um verdadeiro Homem.