Saudações Senhores; 

No ultimo fim de semana, fui ao cinema para ver o grande clássico “Mercenários 3” que cumpre sempre o que promete. Todos sabemos que esse tipo de filme serve apenas para ressuscitar nosso saudosismo de quando éramos mais novos, e tínhamos como lazer assistir grandes clássicos com os personagens deste filme. Poderia escrever muitos filmes que marcaram época aqui, mas não vou fazer pois sei que você com certeza conhece todos eles assim como eu.

O grande fator do Silvester Stallone ter tido a ideia de “reacender” os veteranos do cinema para fazer um filme como este, é justamente realizar um sonho de toda uma geração (exceto geração mais nova e a geração selfie) que sempre foi juntar todos os personagens dos filmes que amávamos assistir, a se encontrarem num combate, como por exemplo Arnold Schwazzenerger de comando para matar com o Rambo! Seria hilário ver isto. A franquia Mercenários  traz isso para nós de uma forma que mantém a ação, as explosões, a matança, o carisma, e também o senso de humor, que era fundamental pra época. E aqui entre nós: Os diretores souberam fazer isso muito bem em Mercenários. 
o mister play brucutus

Toda vez que vou ver um filme da franquia, confesso que não vou esperando um roteiro “A’la Tarantino” mas vou pelo saudosismo e pela junção de todos esses brucutus em um único filme. E se você vai  esperando um bom roteiro, e fica fazendo críticas sobre isso, você deve saber que tu, amigo, não é um saudosista como nós, pois o objetivo do filme é justamente esse: dar este tom de nostalgia extrema a quem viveu em época de filme de brucutu.

Mas na verdade não vim aqui falar sobre o filme exatamente, o que ja era de se esperar pelo título do post, mas vim ressaltar meu medo de perder estes grandes fundadores de nicho do cinema internacional.

 
No terceiro filme da franquia, existe uma abertura para novos brucutus entrarem no mesmo ramo que os atuais, havendo uma mistura de anos 80 com geração 2000. Porem, assim que acabou o filme fiquei pensando em algo como “quem poderia substituir astros como Silvester Stallone, Bruce Willis, Jason Statham, Jet Li, Van Damme,  Arnold Schwarzenegger, Dolph Lundgren, Chuck Norris entre outros no cinema?”
 

Não existe a menor possibilidade em minha opinião, de que qualquer outro astro da nova geração, possa substituir de forma que supri a existência destes caras, pois hoje em dia é difícil encaixar as personalidades dos astros “Oitentistas” nos mocinhos da atualidade. Podem me chamar de fan boy ou o que seja, mas ainda sou totalmente a favor de manter essa essência dentro dos cinemas e quando eles se forem, que as memorias sejam respeitadas de forma que ninguém tente ser mais do que eles foram ou até mesmo tentar imita-los. Não quero desrespeitar a opinião de ninguém sobre gostos de filmes, atores e etc., apenas quero expressar meu grande amor pelo saudosismo, que no caso aqui é sobre os filmes de brucutu. Conheço meus leitores e sei que outros leitores de outros blogs passam por aqui afim de nos conhecer e tudo mais, porem, se você é novo aqui, não me leve a mal por eu expor tanto a minha opinião, mas tem certas coisas que eu exijo o devido respeito ou o devido valor.

Mas e você, o que acha disto tudo? Será que pode ter substituição ou simplesmente não deve haver isso? Deixe um comentário e vamos trocar uma ideia sobre isto.

 
E que venha MERCENÁRIOS 4, 5, 6, 7…
 
Trilha sonora que ouvi ao escrever este post: Ram Jam – Black Betty