Na manhã desta terça-feira, uma notícia se espalhou rapidamente pela internet dizendo que Gal Gadot ganhou um salário de apenas US$ 300 mil por seu trabalho em Mulher-Maravilha, enquanto Henry Cavill assinou um contrato de US$ 14 milhões por sua estreia como o Superman em O Homem de Aço.

Mas, será que foi isso mesmo? A informação de que Gadot ganharia US$ 300 mil por filme feito no universo DC surgiu em 2014, logo quando a atriz foi escalada para viver a heroína. Na época, a atriz tinha contrato apenas para três filmes: Batman vs Superman, Liga da Justiça e o longa solo da personagem. O número envolvendo o salário de Henry Cavill “é absurdo“, como disse uma fonte da Vanity Fair  que apontou que atores em grandes franquias tendem a receber uma porcentagem do faturamento do filme. O site também reportou que o contrato de Cavill certamente não foi firmado só para um filme e que Gadot deve ter recebido tanto quanto ele.

Também é importante lembrar que Gadot não era uma atriz muito conhecida até então e a Warner não investiria um salário milionário nela logo de cara sem saber exatamente como seria a recepção do público com sua performance.

Um salário relativamente baixo não é uma prática incomum no mundo dos filmes de super-herói: Chris Evans, Chris Hemsworth e Robert Downey Jr. receberam menos de US$ 500 mil nos primeiros longas do Capitão América, Thor e Homem de Ferro, e hoje os três estão entre os maiores salários da indústria.

Detalhes do contrato de Gal Gadot não foram revelados, mas dado o sucesso do filme, a atriz deve ter recebido uma boa porcentagem dos lucros e certamente vai pedir um salário mais alto para seu próximo projeto como a Amazona.

O filme solo da Mulher-Maravilha está em cartaz nos cinemas.